Outras Publicações do Autor

Prêmio Diveitos Humanos PRÊMIO DIREITOS HUMANOS
Julio Jacobo Waiselfisz recebeuo prêmio da Presidente Dima Rousseff pelo conjunto dos trabalhos realizados na área de Segurança Pública. Assista a entrega da prêmio e conheça o Mapa da Violência 2013 - Homicídios e Juventude no Brasil.

Outras Publicações de Julio Jacobo Waiselfisz

O ENSINO DAS CIÊNCIAS NO BRASIL E O PISA
Julio Jacobo Waiselfisz, 2009

Trata-se do diagnóstico da situação do ensino das Ciências no Brasil a partir dos resultados da avaliação internacional de alunos do PISA. É o ponto de partida para uma série de pesquisas que o Instituto Sangari se propõe a realizar sobre o mesmo tema. Os resultados do Brasil são comparados com os de outros países da América Latina - Argentina, Chile, Colômbia, México e Uruguai - e de quatro países da OCDE - Coréia, Irlanda, Espanha e Portugal.
Aprender e ensinar ciências

MAPA DAS DESIGUALDADES DIGITAIS NO BRASIL
Julio Jacobo Waiselfisz, 2007


Este mapa revela o grau de exclusão digital em diversos Estados brasileiros, baseando-se em dados levantados pelo IBGE, e faz recomendações a fim de amenizar as desigualdades apontadas entre as diversas regiões, raças e indivíduos de classes socioeconômicas diferentes. O estudo é realizada em parceria com a Rede de Informação Tecnológica Latino-Americana (RITLA) e o Ministério da Educação.

LÁPIS, BORRACHA E TECLADO: TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO NA EDUCAÇÃO. BRASIL E AMÉRICA LATINA
Julio Jacobo Waiselfisz, 2007


Apresenta o balanço da evolução recente do uso de informática e da internet nos países latino-americanos, tanto pelo público em geral quanto pelos sistemas educacionais. Dá início a uma série periódica e contínua de estudos na área da Tecnologia da Informação no país. É realizada em parceria com a Rede de Informação Tecnológica Latino-Americana (RITLA) e o Ministério da Educação.

Aprender e ensinar ciências

DIRIGENTES MUNICIPAIS DE EDUCAÇÃO. UM PERFIL.
Julio Jacobo Waiselfisz, 2000

Resultante de um protocolo assinado entre a UNESCO e a UNDIME foi realizado no ano 2000 um detalhado perfil dos dirigentes municipais de educação do país. Em face ao novo cenário das políticas educacionais, ficou evidente a necessidade de adoção de mecanismos de melhoria da gestão educativa. Um dos passos importantes desse processo consistiu em analisar o perfil das pessoas à frente dos órgãos municipais.