2010 | Anatomia dos Homicídios no Brasil

Prêmio Diveitos Humanos PRÊMIO DIREITOS HUMANOS
Julio Jacobo Waiselfisz recebeuo prêmio da Presidente Dima Rousseff pelo conjunto dos trabalhos realizados na área de Segurança Pública. Assista a entrega da prêmio e conheça o Mapa da Violência 2013 - Homicídios e Juventude no Brasil.

mapa2010

Contribuição ao debate sobre as desigualdades raciais

O Mapa da Violência 2010 - Anatomia dos Homicídios no Brasil é o décimo de uma série publicada desde 1998 e que se tornou referência internacional sobre o tema.

Gênero e Cor/Raça
Esta edição aprofunda a análise dos dados gerais e traz um recorte especial de gênero e cor/raça. As constatações das desigualdades são uma grande contribuição para o debate sobre as questões sociais brasileiras e oferecem uma luz para a elaboração de políticas públicas.

Jovens e Educação
Como sempre, este Mapa privilegia também a compilação e a análise de dados relativos aos jovens. Eles são uma força estratégica na construção de cada país, e a violência é um fator determinante das oportunidades reais que terão ao longo da vida.

A violência sobre os jovens tem relação direta com o seu acesso à escola e à qualidade do seu aprendizado. 

Versão Digital
O Mapa da Violência 2010 está aqui disponível na íntegra. Abaixo você também encontra as tabelas complementares cuja consulta está sugerida em notas de rodapé

pdf Versão completa
download do PDF

 

pdfSumário Executivo
download do PDF

 

Tabelas com a totalidade dos municípios

Nas oito planilhas abaixo, são apresentados dados correspondentes aos 5.564 municípios reconhecidos pelo IBGE.

Os homicídios são ordenados de quatro modos: população total; crianças e adolescentes; jovens de 15 a 24 anos; jovens de 15 a 29 anos. Tais dados são apresentados em âmbito nacional e estadual.

HOMICÍDIOS NACIONAL ESTADUAL
População Total Download do excel Download do excel
Crianças e Adolescentes Download do excel Download do excel
Jovens 15 a 24 anos Download do excel Download do excel
Jovens 15 a 29 anos Download do excel Download do excel

Os municípios que não atingem o critério de tamanho mínimo de população na faixa etária analisada, segundo a metodologia detalhada no texto, foram incluídos nas planilhas, mas não entraram no ranking, nem nacional nem estadual. Para sua imediata identificação as celas foram destacadas na cor laranja.

COLUNA INFORMAÇÃO
1 Pos. Nac. a posição do município no plano nacional
2 Pos. Est. a posição do município no estado
3 Média Anos, o numero de anos utilizados para calcular a Taxa Média de Homicídios, segundo metodologia para a estimativa de municípios de pequeno porte explicada no texto
4 -5 Nome e UF do município
6 A população do município na faixa etária analisada
7-11 Número de Homicídios registrados pelo Sistema de Informações de Mortalidade no município, de 2003 a 2007
12 Taxa (média) de homicídios

 

Homicídio de Mulhers no Brasil

No qüinqüênio 2003/2007, segundo dados do Subsistema de Informações de Mortalidade do Ministério da Saúde, que faz uma tabulação nacional das Certidões de Óbito, foram registrados 19.440 homicídios de mulheres. Algo perto de 4.000 homicídios ao ano. Isto dá uma média nacional de 4.2 homicídios em 100 mil mulheres.

Mas o comportamento dos estados, e ainda mais, o dos municípios, é altamente heterogêneo.

Dos 5564 municípios existentes segundo o IBGE não registraram nenhum homicídio feminino nesse qüinqüênio mais da metade (51,9%) exatos 2.886 municípios. E não são municípios de pequeno porte, onde pelo baixo volume populacional a ocorrência é menos provável. São também municípios de porte médio como Bragança, no Pará, ou São Gonçalo do Amarante, no Rio Grande do Norte, com aproximadamente 100 mil habitantes, que o sistema não registra nenhum homicídio feminino entre 2003 e 2007.

Download do excel
Dados completos em Microsoft Excel

Jorge Werthein comenta o lançamento do Mapa da Violência Episódio 1: Queda dos homicídios em 2004